segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

NATAL

video

DIAS CHEIOS DE LUZ E CALOR...

CHI-CORAÇÃO MIGO(A)S,

AMO-VOS!!!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

O CALOR DO CORPO É ENERGIA SOLAR!!!

Sempre gostei muito do sol e da sua luz e quando li isto achei fantático. É uma partilha:
"A fotossíntese ocorre quando as plantas transformam o ar, a luz do Sol e a água em açucar. A energia solar ao incidir sobre as folhas provoca a cisão das moléculas de água. O oxigénio e o hidrogénio, que estão unidos na água, separam-se. Como o átomo do hidrogénio é muito estável vai logo à procura de um novo companheiro, e na planta vai encontrar o carbono e aparece assim o carbo-hidrato (açucar). O acúcar é um depósito de energia solar que se pode libertar de várias formas. Por exemplo, se eu comer uma alface, o açucar entra no corpo e, com o metabolismo, que faz o contrário da fotossíntese, o hidrogénio separa-se do carbono e volta a juntar-se ao oxigénio, criando uma molécula de água.
Para poder juntar-se ao oxigénio, o hidrogénio tem de desfazer-se da energia solar que armazena; dá-se assim a oxidação e é por causa desta processo que o nosso corpo produz calor. O CALOR É A ENERGIA SOLAR A LIBERTAR-SE NA ALTURA EM QUE, NO NOSSO CORPO, O HIDROGÉNIO SE SEPARA DO CARBONO DOS ALIMENTOS E SE JUNTA AO OXIGÉNIO.
É PORTANTO O QUE NOS DÁ FORÇA."
(José Rodrigues dos Santos, o Sétimo Selo, pp. 447-448)

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

lágrimas...


Há uns tempos fui a um velório de alguém que morreu repentinemente. À entrada da capela uma familiar amiga abraçou-me longamente perguntando: "Porquê?" Não consegui responder...
Ao apresentar-me como capelão do hospital outra familiar disse: "Estou muito revoltada contra Deus, não sei se posso dizer isso aqui..." Respondi que isso era uma resposta humana e normal pois também Jesus na cruz perguntou: "Porque me abandonas-te?" - num grito de revolta e solidão.
Ainda com outros familiares ouvi e confortei, depois sentei-me, rezei e meditei a vida.
"Deus é injusto!" - alguém dizia à porta. Chamaram-lhe à atenção que estava ali um padre. Retorquiu que era verdade na mesma. Senti-me como advogado do diabo, representando Deus, o Grande Culpado. Senti-me a mais e regressei chorando lágrimas por culparem Alguém que eu amo e considero mais que justo...
Nesse dia, todos chorámos, de tristeza, porque de AMOR...

terça-feira, 7 de outubro de 2008

ANJO...



JÁ TE CHAMARAM "ANJO"?
MUITAS VEZES?
EM QUE CIRCUNSTÂNCIAS?
O QUE PENSAS DISSO????





terça-feira, 9 de setembro de 2008

A VONTADE DE AMAR

É tão simples e possível o Amor
A quem o escuta e percebe ao ser redor
Querendo-o verdadeiramente.

É um quase nada acreditar
Mas ao mesmo tempo quase tudo
Que vale a pena querê-lo
E procurá-lo a todo o momento.

É connosco a partir de amanhã
Será connosco fazer o caminho
Pois o amor que iremos dar
Dá-nos vontade de amar ainda mais.
É connosco a partir desta noite
É connosco o querer e o partilhar
Para amar ainda mais.

A vida é tão curta e tão frágil
Que de tanto correr
Ficamos sem nada para viver.

É tão forte…
É tão tudo… o AMOR
Já que esperamos de vidas em vidas
Desde a noite dos tempos…
É connosco… a partir de hoje
É connosco… o querer
É connosco… o caminho partilhado
É connosco… essa vontade de amar!...


(Les Dix Commandementes: L'envie d'aimer)




sábado, 9 de agosto de 2008

"TENHO-TE A TI"

Nos últimos tempos alguns amigos me têm dito: "Tenho-te a ti". Nesta semana alguém me dizia que ninguém tinha tempo para ouvir, estar, escutar. Independentemente de idade, sexo ou outras circunstâncias as pessoas sentem-se cada vez mais sós, incompreendidas, magoadas, não se sentindo como parte deste mundo... São pessoas especiais, sensíveis, que procuram compreensão, conforto, sensibilidade. Sinto-me especial e honrado por fazer parte dessas pessoas, sabendo que também eu sou um desses sós que procura voar e libertar-se...
Mas fazermos parte do caminho e vida destas pessoas tornanos responsáveis por elas efectiva e afectivamente...
Para elas aquele abraço especial, reconhecendo que o muito pouco que por elas faço sentem como se fosse muito...

terça-feira, 22 de julho de 2008

Chuva de Luz

Esta chuva clemente que me beija
Chora porque me ama e me guia à Luz.
Com ela sinto-me grande e leve,
Tudo brilha ao meu redor,
Como reflexo do meu interior,
Porque respiro suspirando…

Colocaram-me numa prisão violenta
Mas o meu espelho de Luz
Faz-me acreditar no Sol

Mesmo que me visite a chuva.

Esta vida é um palco
E é aí que sinto a minha liberdade,
Contemplo o meu ser
A cantar, a chorar ou a voar.

A minha VERDADE é esta:
Quanto mais vivo e sonho
Mais alto

me
te
vos consigo CONTEMPLAR!



(dedicado à M.P.)

domingo, 29 de junho de 2008

REGRESSO À INOCÊNCIA

- Está a ocorrer-me a ideia de que a Nova Espiritualidade de que falas convidará os humanos a uma experiência mais grandiosa de si próprios. Que quando se virem como UMA PARTE DE Deus, em vez de À PARTE de Deus, toda a sua perspectiva será alterada de tal modo que a vida por todo o planeta se tornará qualquer coisa que nunca foi.
- A tua impressão está correcta.
- E isso trará grande alegria às pessoas. Serão quase como crianças, de tão alegres e felizes. Isso faz, na realidade, parte da mensagem da Nova Espiritualidade, não faz? Relembrar e ser, no nosso quotidiano, mais como as crianças? Regressar à inocência?
- Sim. Todos os grandes mestres o ensinaram, cada um à sua maneira. Regressem à inocência das crianças. Quando a inocência emerge da compreensão mais profunda, tem uma pureza especial. A inocência que emerge da falta de compreensão não é verdadeira inocência. É a única escolha que tem quem não compreende. A sua inocência, portanto, é falta de compreensão.
Por outro lado, quando compreendem profundamente e continuam inocentes – quer dizer, inocentes de qualquer motivo em particular, inocentes de egoísmo ou de necessitarem de qualquer coisa só para vocês correndo o risco de magoar ou prejudicar alguém
o tipo de inocência que deriva da compreensão profunda tem uma pureza especial a que vocês chamam divindade.
Essa é a inocência dos anjos, que não são inocentes por nada saberem, mas sim por saberem tudo.

Neale Donald Walsh, O Deus de Amanhã


quarta-feira, 18 de junho de 2008

ACORDAR II

Não é meu plano que alguns de vocês acordem e outros não. Que bem adviria daí? Para quê?
Garanto-vos isto, meus filhos. TODOS VOCÊS ACORDARÃO! Faz parte do processo de evolução que devam acordar. Faz parte do processo da vossa vida.
A vida é o processo de despertar. É o processo de tornar-se naquilo que sempre fomos. É o processo de reunir o inseparável, saber outra vez que a separação nunca aconteceu.
Cada um de vocês despertará, visto que nenhuma parte de Deus será alguma vez abandonada por Deus - nem poderia ser. Pois Deus não pode separar Deus de nenhuma parte de Deus.
Todos vós sois esses anjos competindo a cada um a tarefa de se despertarem uns aos outros, de recordarem aos outros Quem Realmente São, e de partilharem uns com os outros a experiência e o processo de cada um tão autêntica e transparentemente quanto puderem.
Porque nunca sabemos quando uma coisa que dizemos ou fazemos pode acender a Luz dentro de alguém, expondo-o a si próprio, abrindo-o à sua sabedoria mais profunda seguinte e devolvendo-o a si próprio.
(Neale Donald Walsh, O Deus de Amanhã)

segunda-feira, 9 de junho de 2008


"- Já viste um passarinho quando começa a voar?

Primeiro abre as asas, é isso que tu esqueces.

- O que é que isso significa?

- A asa é intermediária entre a matéria e o ar. Tu és um ser humano.

Os teus braços são as tuas asas.

PRIMEIRO, APRENDE A ABRAÇAR.

DEPOIS PODERÁS TAMBÉM VOAR."

(Gitta Mallasz, Diálogo com os anjos, p. 87)

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Suas crianças!!!...

















Quando soubermos
Ver como as crianças,
Então seremos felizes!
Quando soubermos
Sentir como as crianças,
Então veremos a verdade!
Quando soubermos
Sorrir como as crianças,
Então traremos luz
Aos que a procuram…

É então que vereis
A luz que brota
Do amor
Escondido e
Sentido em telepatia,
Que em sorriso e
Pensamento se move,
Se escapa, se consome…



(in jota esse, Sobre o amor e outras cousas, 25)

sexta-feira, 23 de maio de 2008

SEGUE O TEU DESTINO, onde quer que ele te leve

(Este texto é para leres com o coração)

Chega um tempo na tua vida em que te dás conta que se continuares igual (parado), ficarás nesse ponto para sempre. Dás-te conta que se caíres e ficares lá em baixo, A VIDA PASSARÁ AO TEU LADO…

As circunstâncias da vida não são sempre aquilo que desejarias. O caminho da vida não tem de passar necessariamente por onde tu queres. Além de qualquer entendimento, às vezes podes ser levado para direcções que nunca imaginaste, sonhaste ou designaste. E se nunca te esforçaste por escolher um caminho ou preocupaste com o teu sonho, então poderás não ter qualquer direcção.
Questionando a direcção que a tua vida tomou, tens de aceitar o facto que tens um caminho antes de ti agora. Deixa os “porquês’s” e os “se’s” e tira-te dessa confusão. Fosse o que fosse – está no passado. Aquilo que é (agora) é o que é importante e interessa. O passado é uma reflexão breve. O futuro já está para ser realizado. O hoje está aqui, agora.
Faz o teu caminho um passo de cada vez – com coragem, fé e determinação. Mantém a tua cabeça em pé e lança os teus sonhos para as estrelas. Brevemente os teus passos tornar-se-ão firmes, e o teu andar será sólido novamente. Um caminho que tu nunca imaginaste tornar-se-á na direcção mais confortável que tu nunca esperaste seguir ou imaginar.
Mantém a crença em ti e caminha para a tua nova jornada. Achá-la-ás magnífica, grandiosa e muito para além dos teus sonhos mais selvagens.


Vicki Silvers (V.S.)
leading heart…

quinta-feira, 15 de maio de 2008

ACORDAr…

Pela consciência conseguimos entregar-nos a uma realização de vida. É óbvio que a loucura (saudável e vivida) leva a uma libertação de Amor Eterno que nos faz acordar para um infinito sorriso que todos procuram e não encontram, mas eu sinto-o na minha pele e no meu olhar, sem máscaras, sem jogos, com uma felicidade que, nas ruas as pessoas assusta…
Pelos olhos somos clarividentes de uma telepatia que, em números, sons e cores se esvazia e enche num rochedo que a calçada destruiu. O quando e o tempo da destruição são incógnitas mas o mundo novo, não o da inexplicável loucura, já se sente por esta suprema alma que já sentimos respirar dentro de nós e expirar para todos eles. Nesta respiração encontramos pássaros que voam radiantes transmitindo a infinidade do amor crescente e de luz fulgente… o Sol o deu a conhecer, o sorriso o imana num choro infinito de alegria pelos sons penetrantes que o universo faz palpitar DENTRO de nós.
Lamento por vezes que os outros não sejam connosco mas a Espera Confiante é sinal de um amanhã ainda + com Ele para que termine a alquimia da AGONIA, para que termine a acomodação à segura infelicidade e rebente esse quinhão de solidão e retome a santa mansidão de ser, estar, sentir…
A cor-de-breu é a mistura de todas as cores da vida; não vêem isso? Que a caminhada tem resposta? Que a única riqueza é VER e não somente OLHAR? Não deixemos + Deus chorar junto a um preto cor-de-breu que grita o silêncio + FORTE!...
A TERAPIA é então a do SORRISO que nos leva por um barco de Luz num mar…; de pétalas ácidas e espinhos róseos, mas a cruz, o espaço e esse pensar agoniante não está aqui, BASTA OLHAR PARA VER…
Aí, então, como águias voando, VEREMOS as trilhas divinas e puras de umas asas de prata que nos conduzem a um ninho de LUZ dourada, suave, brilhante e especial…
O Amor Eterno está aí, junto de ti, junto de mim, junto de nós, deixa de viver essa vida atroz, (i)material, inanimada; deixa essa dor imensa e imersa de coração~breu; não te sintas + preso; sai dessa luz escura e hipnótica; aí o sol de Inverno te bronzeará e passarás a CRER vivendo um MUNDO AO VIVO E A CORES!...


1º DIA

Luz: palavra que cativa e faz sonhar!
Faz hoje quatro anos que nasceu em mim nova luz. Nasci para um mundo novo com mais cor, mais vida. E é fazendo o caminho que nos vamos encontrando. Este blog quer ser um espaço pessoal de partilha e reflexão sobre vivências, sentimentos, pensamentos, percursos de vida. Estou feliz pela sua criação, pelo seu primeiro dia: "Faça-se luz e a Luz apareceu..."
Para mim a Luz é aquilo que abarca toda a vida no seu aconchego, conforto, calor humano e divino, brisa interior, sorriso, enfim humanidade e espiritualidade.
Estou feliz porque quero partilhar, estou feliz porque sinto a Luz, estou feliz porque quero fazer caminho, e é na Luz que as lágrimas mais brilham...